Na Mídia: Matéria no Portal Terra

Participação do Médico Especialista em Acupuntura – Dr. Alexandre Valotta


Sofre com enxaqueca? Conheça mais sobre o tratamento com acupuntura

Provavelmente você já sentiu aquela dor de cabeça e não sabia o que fazer, conheça uma alternativa natural para o problema

A enxaqueca atinge cerca de 15% da população mundial e pode apresentar outros sintomas além da dor de cabeça, o que a torna um incômodo gigantesco.

Os pacientes geralmente procuram ajuda médica ou alguma solução nos medicamentos quando as dores começam a atrapalhar a qualidade de vida. A doença pode ser com aura, quando o paciente apresenta sintomas visuais ou sensitivos, seguidos da dor latejante. Ou sem aura, quando tem apenas o quadro de dor. Quando acomete o paciente, a doença pode vir acompanhada de náuseas, tonturas, intolerância à luz, a cheiros, a movimentos e barulhos.

É comum que ocorra a automedicação em casos de dor de cabeça. No entanto, o uso abusivo de analgésicos pode mascarar outras doenças ou piorar o quadro de uma enxaqueca, pelo efeito rebote.

Levar uma vida balanceada, com a prática regular de atividades físicas, alimentação equilibrada e hábitos saudáveis, pode ajudar a controlar a doença. Além disso, uma boa alternativa de tratamento é a acupuntura.

Como funciona?

Segundo o médico acupunturista Dr. Alexandre Valotta, a acupuntura é uma técnica de medicina tradicional chinesa que consiste na inserção de agulhas na superfície do corpo em diferentes pontos específicos, chamados de pontos de acupuntura.

As agulhas são inseridas e seu estímulo na pele e nos músculos desencadeia respostas bioquímicas e elétricas, que caminham pelo sistema nervoso chegando até o cérebro. Isso provoca uma série de reações e respostas em diferentes funções do sistema nervoso.

Tratamento

Geralmente é realizado de forma semanal, em sessões de aproximadamente 30 minutos, de acordo com cada caso e paciente. No caso da dor de cabeça, existem pontos específicos, inclusive para a enxaqueca.

Em relação a esse quadro, tem um efeito profilático e a repetição das sessões de acupuntura faz com que haja uma prevenção das crises de enxaqueca. “A tendência ao longo do tempo é a diminuição das dores, intensidade e momentos de pico”, afirma Dr. Alexandre.

Benefícios

Além de prevenir um avanço do quadro clínico e dores, também tem um bom efeito no caso da crise aguda. Na circunstância de que o paciente esteja em um momento como este, a sessão de acupuntura pode reduzir a crise e trazer um bem-estar.

Aplicação

A tendência dos pacientes, quando se submetem ao tratamento alternativo por meio da acupuntura, é ir diminuindo o uso de medicamentos e analgésicos. No entanto, ela deve ser usada de forma complementar.

“Não resta dúvida de que a acupuntura deve ser sempre utilizada como um complemento aos tratamentos convencionais”, diz o profissional.

Consultoria: Dr. Alexandre Valotta / médico especialista em acupunturista do Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura e também pelo Colégio Médico de Acupuntura de São Paulo

  • Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *