Acupuntura auricular: um potencial tratamento para ansiedade

Pacientes adultos submetidos a cirurgia frequentemente experimentam altos níveis de ansiedade antes do procedimento cirúrgico. Estima-se que a ansiedade de ansiedade pré-operatória possa chegar a 80% em certas cirurgias.

A ansiedade tem impacto negativo nos resultados pós-operatório e, por conta disso, são utilizados medicamentos sedativos e programas preparatórios para tratar essa condição. Contudo, essas intervenções estão associadas ao aumento dos custos operacionais para  o sistema de saúde. Sendo assim, alternativas de baixo custo, como a acupuntura, devem ser consideradas como tratamento da ansiedade pré-operatória.

A acupuntura é uma técnica milenar muito utilizada nos países orientais, porém ela foi incorporada à cultura médica ocidental há apenas poucas décadas. Essa prática pode ser utilizada para o manejo de diversas condições, tais como dor, náusea, vômito, entre outras. Além disso, há evidências na literatura científica do seu potencial para o tratamento de transtornos de ansiedade crônica, tanto através da modalidade da acupuntura corporal quanto da auricular.

Todavia, nenhum estudo anterior avaliou o efeito ansiolítico agudo da acupuntura auricular. Essa modalidade pode apresentar vantagens em relação à acupuntura corporal, uma vez que requer menor conhecimento técnico e pode ser mais aceitável para os pacientes. Sendo assim, este ensaio controlado randomizado e cego se propôs a avaliar os efeitos da acupuntura auricular na ansiedade aguda.

Para tanto, recrutou 55 funcionários saudáveis da equipe do centro cirúrgico, com idades variando de 27 a 64 anos, sem histórico de doenças médica ou psiquiátrica importante, e sem experiência prévia com acupuntura,e com níveis de ansiedade basal semelhantes. Além disso, como forma de minimizar variáveis de confusão, indivíduos que faziam uso de ervas ansiolíticas ou medicações psicotrópicas não foram convidados a participar do estudo.

Em seguida, os voluntários foram divididos em três grupos experimentais. O grupo Shenmen recebeu acupuntura auricular bilateral no ponto “shenmen”, um ponto de acupuntura mestre em relaxamento localizado próximo a parede lateral inferior da fossa triangular. Enquanto isso, o grupo relaxamento recebeu acupuntura auricular bilateral em um ponto de relaxamento na parede lateral superior da fossa triangular. Por fim, o grupo sham recebeu uma acupuntura bilateral simulada em um ponto que não é documentado para qualquer efeito de relaxamento ou ansiolítico, localizado na ponta da concha, e é relatado para atingir a homeostase do meridiano do estômago.

Os efeitos do tratamento foram avaliados através de diferentes medições. Os participantes tiveram seus dados de pressão arterial, frequência cardíaca e atividade eletrodérmica aferidas, e utilizaram o Inventário de Ansiedade Traço-Estado, um instrumento de autorrelato usado para medir estados transitórios de ansiedade e a Pesquisa de Experiências de Vida, uma escala para indicar o impacto do evento sobre eles na hora que ocorreu.


A intervenção foi feita por um acupunturista treinado e licenciado que utilizou agulhas de prensagem oclusiva, que foram mantidas no local da aplicação por 48 horas. Os voluntários trabalharam diariamente durante todo o período de experimentação e foram questionados diariamente sobre mudanças ocorridas em suas vidas pessoais e profissionais que pudessem interferir nos resultados. Os dados foram coletados 30 minutos, 24 e 48 horas após a intervenção.

A análise dos dados pós-acupuntura mostrou que não houve diferença nas respostas da pressão arterial, frequência cardíaca e atividade eletrodérmica. Em relação aos resultados basais, isto é, antes do procedimento, a ansiedade e experiência de vida não diferiram entre os grupos. Já em relação ao período de experimento, o grupo relaxamento estava menos ansioso em 30 minutos (p=0,007) e 24 horas (p=0,035) em comparação com os grupos sham e Shenmen, e também apresentou menor ansiedade em 48 horas (p=0,042) em relação ao grupo Shenmen; porém não houve diferença quanto a experiência de vida em nenhum período.

Portanto, mostrou-se que o efeito ansiolítico do ponto de relaxamento é mais profundo que do ponto Shenmen, além de evidenciar sua duração prolongada em pessoas saudáveis. Este estudo, no entanto, apresenta limitações. Os autores supõem que esta intervenção possa ser igualmente eficaz para pacientes submetidos a cirurgia, porém o trabalho utiliza voluntários saudáveis que não estão na mesma situação estressante que o paciente. Sendo assim, há a necessidade de maior investigação para validar a eficácia da acupuntura auricular como tratamento da ansiedade pré-operatória. 

Resumo por Dr. Marcus Yu Bin Pai

  • Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.