Orientações do CMAeSP - Boas Práticas da Acupuntura no contexto da pandemia do COVID-19

A pandemia de COVID-19 é uma emergência global. Trata-se de uma doença viral nova, sem vacina disponível até o momento, à qual todos são susceptíveis, em especial os profissionais dos serviços de saúde (recepcionistas, seguranças, pessoal da limpeza, médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, nutricionistas etc.), além de não haver previsão para o fim da fase aguda da epidemia em curso no Brasil.

Diante disso, o CMAESP constituiu um grupo de trabalho para a elaboração do presente documento, cujo objetivo é apresentar orientações importantes para a prevenção e o controle da COVID-19 no exercício da prática médica da Acupuntura, bem como as medidas específicas necessárias para a segurança dos pacientes, acompanhantes e profissionais envolvidos no atendimento em consultórios e clínicas especializadas, sob a forma de diretrizes.

O grupo de trabalho do CMAESP buscou selecionar as recomendações mais relevantes para a prática médica da Acupuntura, especialmente no contexto de consultórios médicos, tendo compilado as orientações aqui contidas a partir de várias normativas e documentos publicados recentemente [1-17].

Com esta iniciativa, o CMAESP espera poder contribuir com a organização do atendimento em acupuntura, desde o agendamento, passando pelos cuidados com o ambiente, até o descarte dos resíduos sólidos gerados, a fim de garantir a segurança e a proteção de todos no contexto da pandemia da COVID-19.

Finalmente, lembramos que, apesar deste documento ter sido produzido com as melhores fontes disponíveis neste momento, novas informações e diretrizes serão acrescentadas, de acordo com a evolução da pandemia e o avanço do conhecimento científico sobre a COVID-19.

EBOOK-CMAeSP-Boas-Praticas-da-Acupuntura-COVID19

  • Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *